Pastor sofre mordida de cobra em culto

Like and share

Pastor, cujo pai morreu 7 minutos apos ser mordido por uma cobra, sofre lesão semelhante e tem que enfrentar tratamento de emergência

Cody Coots permitiu que a cobra o mordesse no meio do sermão

 
Cody Coots pediu a sua congregação para levá-lo ao topo da montanha, onde Deus julgaria se ele iria viver ou morrer. No entanto, um seguidor decidiu  leva-lo ao hospital, onde os médicos disseram que a cobra chegou perto de cortar a artéria temporal, o que certamente o teria matado.

O pastor teve que ser levado as pressas para o hospital por um dos membros da igreja

Big Cody, que o levou ao hospital, disse: “A maioria das pessoas que sofreram mordidas semelhantes morreram em cinco, dez minutos. ‘Quero dizer, o próprio pai dele levou a mordida de uma cobra e dentro de sete minutos estava morto.‘

Seu pai, Jamie Coots, morreu aos 42 anos de idade quando foi picado por uma cascavel em 2014 no mesmo Tabernáculo  em uma igreja em Middlesboro, Kentucky, nos Estados Unidos. A igreja é inspirada no versículo bíblico Marcos 16:18: “Pegarão nas serpentes; e, se beberem alguma coisa mortífera, não lhes fará dano algum; e porão as mãos sobre os enfermos, e os curarão.

Os médicos lhe disseram que ele tinha sorte de estar vivo depois que ele foi envenenado

O pastor Cody tinha sangue por toda sua roupa e teve que ser levado as pressas para o hospital. Ele agora começou a reavaliar sua vida e sua fé. Igrejas de manipulação de cobras começaram a aparecer nas Montanhas dos Apalaches há mais de cem anos.

A morte do pai de Cody fez com que ele assumisse o papel de pastor com apenas 23 anos – fazendo dele a quarta geração para assumir a vocação de lidar com cobras. Cody disse: “Quando a Bíblia diz serpentes, isso significa uma cobra venenosa. Quando meu pai foi mordido, ele morreu em 10 minutos, é uma mordida desagradável. “Toda vez que ele foi mordido, nunca o vi largar uma cobra. E eu vi a cobra cair no chão, pensei: “Vamos levá-lo para casa”. “Ele voltou para o banheiro e as últimas palavras que ele disse para mim foram:          “Meu rosto parece estar em chamas “. ‘Eu saí do banheiro e então ouvi um grito e quando voltei lá ele ja estava desfalecido. ‘

Seu pai foi morto por uma cobra quando foi mordido durante um sermão em 2014

O pai de Cody, Jamie Coots, foi morto em 2014. Mas as crenças de Cody e sua congregação significam que elas continuam a por em risco suas vidas nos cultos de domingo. Durante os cultos, os fiéis colocam as mãos sobre os enfermos, oram, cantam e ouvem os sermões dirigidos pelo pastor Cody, que muitas vezes pega as cobras de uma caixa e carrega uma ou duas delas enquanto ele prega. À medida que a congregação se torna cada vez mais arrebatada pela mensagem, eles freqüentemente gritam, cantam ou até falam em línguas, enquanto louvam ao Senhor.  O culto chega ao auge quando aqueles que se sentem movidos pelo Espírito Santo são convidados a vir para a frente, manejar fogo, beber venenos ou segurar as cobras, enquanto cantam e dançam.

Big Cody, que o levou para o hospital, disse: “A maioria das pessoas que foram mordidas no rosto morreram em 10 minutos’

Cerca de 14 pessoas adoram regularmente todos os domingos, mas os serviços podem durar entre 90 minutos e até cinco horas, dependendo do fervor e da intensidade da ocasião. A esposa de Cody, Tammy, 25, disse: “Essa igreja é o sangue deles. Tudo começou com a família deles e está acontecendo com a família deles. ‘Não é para mim. Eu não fui criada nesta religião. Eu conheci Cody através do meu pai e nós apenas nos conectamos. Eu estava simplesmente louca por ele. ‘Eu e Cody não falamos sobre religião até depois de nos casarmos e tudo o que eu disse foi:’ Deus, em que eu me meti? ‘”Eu me preocupo que Cody vai deixar este mundo como seu pai fez. Eu não quero que isso aconteça com ele porque eu o amo. ”

Igrejas que fazem uso de cobras em seus cultos começaram a aparecer nas Montanhas Apalaches ha mais de cem anos

A igreja pode ser vista como repressiva em relação às mulheres, que não podem usar maquiagem, e devem vestir saias em vez de calças. Enquanto isso, as mulheres não têm permissão para pregar na igreja, embora possam segurar as cobras, segurar bolas de fogo e beber veneno se se sentirem movidas a fazê-lo durante os cultos semanais, que às vezes podem durar até cinco horas.
 


Like and share