Os 12 tipos diferentes de orgasmos que todas as mulheres podem experimentar

Like and share

 

Um especialista em relacionamento revelou que o corpo feminino é capaz de experimentar 12 orgasmos diferentes, e um deles ocorre mesmo enquanto você está dormindo.

Para comemorar o Dia Nacional do Orgasmo na terça-feira, a especialista britânica em relações sexuais e relações profissionais, Audrey Andrews, explicou os diferentes tipos de clímax que as mulheres são capazes de experimentar e como tê-las.

Explicando que há dez tipos a mais do que o orgasmo clitoriano e vaginal básico, o terapeuta revelou que há também o pouco conhecido “snoregasmo”, que acontece quando você está dormindo, assim como o “coregasmo”, que você pode experimentar enquanto trabalha.

Descrevendo-os como sendo chamados de “Dirty Dozen”, Audrey, especialista em brinquedos para adultos de Lovehoney, disse como você pode reconhecer – e experimentar, cada um deles.

 

1- Orgasmo clitoriano

Este é o tipo de orgasmo mais comum e facilmente alcançado e mais de 90% das mulheres tiveram um estimulando o clitóris.

O clitóris é uma parte fascinante da anatomia feminina. Seu único objetivo é proporcionar prazer. Embora existam outras partes do corpo humano das quais o prazer é derivado, elas também servem a outros propósitos.

O pênis, além de proporcionar prazer, também faz parte do sistema reprodutivo.

Apenas um terço das mulheres experimentam regularmente orgasmo clitoriano durante a relação sexual.

Pesquisas descobriram que as mulheres que têm um clitóris mais próximo da abertura vaginal têm uma chance maior de atingir o orgasmo durante a relação sexual do que as mulheres que têm uma distância maior entre essas duas partes do corpo.

2- Orgasmo Vaginal / Ponto G

O ponto G (ou Spot de Graffenberg, para ser mais preciso) é o nome dado à pequena área rica em nervos acima da parede vaginal frontal.

É um tema controverso porque alguns experts no tema insistem que o ponto G é um mito. Os orgasmos podem ser alcançados massageando essa área em um movimento circular.

3 – Orgasmo Blended

Os orgasmos misturados ocorrem quando várias áreas do seu corpo estão sendo tocadas simultaneamente.

Eles podem ocorrer quando você está no meio de um sexo acelerado, ou quando você está caminhando lentamente para o evento principal. Esta é uma ótima maneira de obter cargas de zonas erógenas iluminando tudo de uma vez.

 

4 – Orgasmos Múltiplos

Os orgasmos múltiplos podem ser sequenciais (quando você tem um orgasmo, descança e depois tem orgasmo novamente) ou em série (um orgasmo após o outro sem descanso entre eles).

Se você está muito excitada, tente primeiro o estilo sequencial. Orgasmo, em seguida, dê um minuto para descansar e aproveitar a oxitocina extra (conhecida como o hormônio do amor, é secretada durante o sexo) inundando seu cérebro.

Então volte para a segunda rodada. Três quartos das mulheres experimentaram um orgasmo múltiplo, de acordo com uma pesquisa com 1.000 mulheres de Lovehoney.

5 – Orgasmo Anal

Muitas mulheres podem atingir o orgasmo durante o sexo anal, apenas não se fala muito sobre isso.

As paredes anais são ricas em terminações nervosas e entre as zonas erógenas mais sensíveis do corpo.

6 – Sleep-Gasm (também conhecido como ‘Snoregasm’)

O enorme poder do cérebro significa que as mulheres podem ter orgasmo enquanto dormem.

Em seu sono, você está mais relaxado, não está preocupado com sua aparência ou com seu desempenho na cama. Quando esses pensamentos negativos ocorrem durante o sexo, é conhecido como “espectador” e pode ser uma barreira enorme.

Em seu sono, sua mente pode explorar livremente suas fantasias sexuais sem se sentir apressada ou julgada.

 

7 – Orgasmo Cervical

Este é um dos orgasmos mais poderosos que uma mulher pode ter.

Às vezes conhecido como o orgasmo de corpo inteiro por causa da forma como o prazer lava você da cabeça aos pés, o orgasmo do colo do útero é melhor alcançado através da penetração vaginal profunda.

Os terapeutas sexuais sugerem antecipadamente o aquecimento com algumas posições diferentes e fazem com que o estilo cachorrinho seja o mais profundo possível.

8 – Orgasmo em U-Spot

A uretra não é apenas para fazer xixi. Na verdade, é cercado por algumas das partes ocultas do clitóris.

Quando estimulado, o sangue corre para o tecido erétil que envolve a abertura, o que pode resultar em ejaculação ou “esguichando”. Embora você possa comprar vibradores uretrais internos, você também pode estimular a área externamente usando um vibrador clitoriano padrão.

A uretra pode ser muito propensa a infecção, por isso, faça sua pesquisa antes de inserir qualquer coisa. Ah, e certifique-se de ter uma toalha à mão.

9 – Orgasmo A-Spot

A “zona exógena do fórnice anterior” ou “a segunda mancha G” está localizada acima do colo do útero, na região do umbigo.

É melhor alcançá-lo depois de consideráveis ​​preliminares, e com uma quantidade generosa de lubrificante, então aproveite antes de mirar nesse tipo de clímax.

Peça ao seu parceiro para tocar o ponto A com a ponta do dedo ou um brinquedo e, em seguida, puxe a parede da frente para um orgasmo em que você vai acabar acordando os vizinhos!

 

10 – Orgasmo nos mamilos

O estímulo do mamilo está na mesma parte do cérebro que responde aos genitais e clitoris.

11 – Coregasm

Coregasms, (ou orgasmos induzidos pelo exercício, são uma coisa real).

Mencionado pela primeira vez pelo famoso sexólogo Alfred Kinsey em 1953, esses orgasmos tendem a ocorrer quando você está trabalhando em seus músculos centrais.

Um coregasmo começará em algum lugar ao redor do abdome e pode acontecer durante ou logo após o exercício.

 

12 – Resposta Sexual Expandida

As mulheres que experimentam a Resposta Sexual Expandida (RSE) podem ter orgasmos múltiplos, prolongados e intensos.

Embora ainda não seja totalmente compreendido pela comunidade científica, os pesquisadores acham que a ESR é causada pela ativação simultânea dos nervos pudendo, pélvico, hipogástrico e vago.

Mulheres que experimentaram ESR relataram ter visto flashes de luz e cor durante o orgasmo, tendo experiências extra corporais e até sentindo fortes tremores como um terremoto!!!

fonte: Daily Mail


Like and share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.