Mais de 2 milhões que votaram a favor do Brexit agora querem ficar na UE

Like and share

Manifestante pró-Brexit contra à Marcha pela Europa em 2016 (Foto: AFP / Getty)

Pesquisas sugerem que 2,6 milhões de pessoas que votaram a favor do Brexit em 2016 agora querem permanecer na União Européia. Aqueles que pedem um segundo referendo sobre a saída do Reino Unido da UE afirmam que há número suficiente de pessoas que mudaram de opinião e por isso pedem a anulação do resultado do referendo de 2016.

Um milhão de pessoas mudaram para o Brexit, enquanto 1,6 milhão agora querem a permanência de UK na União Européia (Foto: Getty)

Esses foram os dados de uma pesquisa feita com mais de 15.000 pessoas antes e depois do plano da Primeira Ministra Britânica Theresa May chamado de “Chequers Plan”.

A mudança de Leave (sair) para Remain (ficar) ocorreu após Theresa May anunciar seu plano Checkers (Imagem: Getty)

O parlamentar  David Lammy do Partido Trabalhista, um defensor proeminente do Best for Britain (Melhor para a Grã Bretanha), disse: “Depois de dois anos de paralisação nas negociações, perda de empregos e escassez  de recursos no NHS, milhões de eleitores enxergaram as mentiras do Brexit.”

‘Membros trabalhistas, eleitores trabalhistas e muitos deputados trabalhistas permanecem fortemente pró-europeus. “Nossa liderança precisa acordar, apoiar a votação do povo sobre o acordo final.”

Manifestantes anti-Brexit durante a marcha da Votação Popular, que pediu uma votação sobre o acordo final do Brexit em junho de 2018 (Foto: Empics)

Eloise Todd, Diretora Executiva do “Best For Britain” disse: “Esses dados mostram que a maré está mudando no Brexit. As pessoas querem ter novamente o direito de serem ouvidas sobre se vamos ou não sair da Europa.”

Best For Britain quer acabar com o Brexit por completo (Foto: Getty)

O grupo “pró-Remain”, que apoia a permanência do Reino Unido na UE, lançou uma campanha publicitária de 200 mil libras pedindo a suspensão do Brexit.

 

 


Like and share