Enfermeira se mata após ser vítima de bullying

Like and share

Rhian Collins foi encontrada morta em casa (Foto: Wales News Service)

 
Uma enfermeira se matou depois de ter sofrido bullying por colegas  de seu trabalho, segundo inquérito. Rhian Collins, 30 anos, foi encontrada enforcada em sua casa em Swansea, no País de Gales. Ela tinha dois filhos e estava noiva de David Reed, que acionou o alarme depois que ela não conseguiu atender a porta.

A responsável pela investigação, Sargento Nia Lambley, disse: “Ela estava tendo problemas no trabalho. Ela estava sendo minada, intimidada e achava que estava sendo prejudicada .  “Isso a levou a ficar obcecada com sua aparência e ela ia à academia quatro vezes por dia.”

Rhian Collins estava noiva e tinha dois filhos (Foto: Wales News Service)

Os familiares dela também disseram no inquérito que ela parecia estressada, exausta e esgotada. Seu noivo, Reed, revelou que ela havia ameaçado se suicidar, mas como essas ameaças ocorriam sempre depois de discussões entre o casal ele relevava e não dava muita importância.


Like and share