Almofadas congeláveis para sutiã

Evite a transpiração do peito, colocando estas almofadas congeláveis no seu sutiã (Pic: POLAR PRODUCTS)

Boas notícias senhoras, já existe forros de sutiã congeláveis. O produto atua diminuindo a temperatura do seu corpo e reduzindo, com isso, o suor na região dos seios. Eles podem ser comprados por cerda de 40 dólares, o equivalente a 160 Reais. Os forros do sutiã podem ser colocados no congelador para ficarem novamente geladinhos. E quando atingem uma temperatura de 14C, eles já estão prontos para serem usados.
As almofadas podem ser colocadas em qualquer sutiã ou top. De acordo com a descrição do produto, eles fornecem “resfriamento confortável por até uma hora”.

Os compradores ficaram entusiasmados com o produto (Pic: POLAR PRODUCTS)

No site da Polar Products, um cliente satisfeito disse: “Eu usei os refrigeradores de sutiã logo no primeiro dia, foi a melhor compra que fiz. Eu recomendaria a qualquer mulher”. Outro disse: “Os coolers para cachecol e sutiã são discretos e muito úteis, especialmente com os insertos sólidos congelados. (Fonte: Daily Star)

Mulher decide romper com melhor amiga depois que ela "roubou" o nome de seu bebê

Um nome de bebê causou drama entre duas amigas (stock photo) (Image: Blend Images)

Tem uma cena famosa no seriado Friends onde Rachel está tentando escolher um nome para seu bebê mas não está tendo muita sorte. Sua amiga Monica diz que ela tem um nome para menina e um nome para menino. Assim que ela revela esses nomes para Rachel, a nova mãe decide que uma delas é absolutamente perfeita para seu filho e decide que esse será o nome dele. Na série, esta situação teve um final feliz, mas na vida real, as coisas nem sempre funcionam tão bem.
Uma mulher não identificada foi ao Reddit para perguntar se ela estaria em sua razão caso ela rompesse amizade com sua melhor amiga depois que ela roubou o nome do seu bebê. Ela explicou que, embora não estivesse grávida ou nem estivesse planejando ter um bebê tão cedo, o nome havia sido escolhido por sua falecida mãe e ocupava um lugar especial em seu coração.

Ela tinha escolhido o nome perfeito para seu bebê – mas, em seguida, sua amiga “roubou” (stock photo) (Image: Getty)

Sua melhor amiga sabia tudo isso, mas mesmo assim decidiu usar o mesmo nome em seu filho. Ela escreveu: “Eu disse a ela que minha mãe havia sugerido um nome anos atrás para minha futura filha que eu absolutamente me apaixonei. É um nome único e super original. “Minha mãe não está mais viva, então isso é algo que eu realmente queria usar no futuro, então minha futura filha poderia ter uma conexão com sua avó.
“Alguns dias atrás eu vi no Facebook que minha melhor amiga havia postado uma foto dessas ultra-sonografias 3D e no post ela revelou o nome que ela havia escolhido para sua filha. Era o nome que eu disse a ela que tinha escolhido para minha futura filha “. Ela acrescentou que a descoberta a “devastou”. “Ela sabe o que esse nome significava para mim e mesmo assim decidiu usá-lo. Ela diz que é apenas um nome e já que tinha engravidado antes de mim ela poderia usar o nome que quisesse. Eu disse a ela que ela está sendo cruel.”

Foi uma atitude cruel de sua amiga (stock photo)

Uma pessoa comentou: “Em situações normais, eu diria que isso é insignificante / bobo. Mas ela basicamente roubou algo que foi deixado para você por sua mãe falecida, e você descobriu no Facebook o que ela havia feito. Por isso, corte-a.” Outro disse: “Ela fez tudo isso mesmo sabendo que iria machucá-la. Como ela pode ter sido tão egoísta. Corte-a de sua vida e quando você tiver um filho, use o nome que sua mãe sugeriu. Não deixe que isso arruine sua vida.” Um terceiro acrescentou: “Não existe tal coisa como ‘roubar’ um nome de bebê … sob circunstâncias normais. Você pode nomear seu filho como quiser e só porque alguém gosta do nome também não lhe dá direito exclusivo sobre ele. Mas isso é definitivamente um dos poucos casos em que usar o mesmo nome parece … cruel “. (Fonte: Mirror Online)

Mãe admite não ter lavado seu travesseiro em 10 anos

Muitos disseram que lavam seus travesseiros a cada seis meses a um ano (stock photo) (Image: Getty Images/Westend61)

Quantas vezes você lava seus travesseiros?
Uma mulher que quis ser identificada fez uma postagem em um fórum confessando que, em 10 anos, ela nunca havia lavado seus travesseiros.
Seu parceiro ficou ‘horrorizado’ com a descoberta e agora ela planeja comprar travesseiros novos para tentar reverter a situação.
Ela disse: “Nos últimos anos tem aparecido manchas no meu rosto. Eu comprei novos cremes, bebi mais água, mas hoje percebi que não lavei meu travesseiro uma só vez nos 10 anos que eu comprei. De qualquer forma, vou comprar um novo travesseiro. Meu parceiro está horrorizado e eu fui muito julgada, mas com certeza não estou sozinha. Com que frequência você lava seus travesseiros?”

Mulher admitiu ter ficado 10 anos sem lavar seu travesseiro (stock photo) (Image: Getty Images/iStockphoto)

Quase 100 pessoas comentaram em seu post debatendo o tema.
Uma pessoa também confessou que nunca havia lavado os travesseiros: “Eu também nunca lavei um travesseiro. Usamos fronhas e protetores de travesseiros que são lavados regularmente”.
No entanto, muitos eram da opinião de que os travesseiros deveriam ser lavados uma vez por ano.
“Eu não posso imaginar dormir em um travesseiro sujo por 10 anos. É um pouco sombrio.”
“Eu lavo o travesseiro de verdade uma vez por ano no verão”, disse uma mãe.
Um terceiro acrescentou: “Cerca de uma vez por ano, à medida que esquenta o suficiente para secar.”
Outros achavam que travesseiros deveriam ser lavados com mais frequência.
Um outro participante do fórum respondeu: “Compre travesseiros novos – sem penas – com frequência – com muito mais frequência do que a cada seis meses. É a higiene básica”.
Uma outra mãe disse: “A cada seis meses, os meus têm anos e parecem novos”.
(Fonte: Mirror)

Sortudo ganha US $ 46,6 milhões depois de comprar o mesmo bilhete de loteria duas vezes

Um homem  ganhou US $ 46,6 milhões depois que ele comprou o mesmo bilhete duas vezes em uma das maiores loterias deste ano.

Um apostador sortudo ganhou mais de US $ 40 milhões depois que ele comprou dois bilhetes premiados em um dos maiores sorteios deste ano.

De acordo com o site Daily Mail, quando o pessoal da loteria telefonou para o homem – descrito como um “homem trabalhador de St Albans Melbourne – para contar as boas novas, ele disse: ‘Você está brincando!’

‘Estou vendo coisas? Acabei de verificar o meu jogo on-line e acho que sei o que você está prestes a me dizer.
Estou sem palavras. Não posso acreditar … Acabei de sair do  trabalho  – disse ele.

O homem comprou um bilhete de loteria na Winning Lotteries St Albans e, depois, coincidentemente comprou outro com os mesmos números no Footscray Lottery Center.

O ganhador comprou dois – dos três – bilhetes premiados da Division One nos $ 70 milhões do prêmio Oz Lotto Jackpot para a noite de terça-feira.

Cada bilhete para o prêmio de US $ 70 milhões da loteria  da noite de terça-feira lhe rendeu US $ 23,3 milhões.

Houve outro vencedor de US $ 23,3 milhões em Hobart, que ainda não reivindicou seu prêmio.

Se o homem tivesse comprado apenas um bilhete em vez de dois, o prêmio teria sido dividido  entre os dois vencedores, dando-lhes US $ 35 milhões cada.

Mas como o homem comprou dois bilhetes, o prêmio foi dividido em três, com o homem ganhando dois terços do jackpot, ou 46,6 milhões de dólares.

Os números sorteados foram 12, 28, 24, 29, 9, 18 e 25. Os números suplementares são 13 e 31.

O homem disse que ele vinha jogando os mesmos números por trinta anos.

“Eu jogo toda semana. Sempre marquei minhas inscrições, mas nunca escolhi os números baseado em alguma coisa em particular. Eles não eram especiais antes, mas são agora ”, disse ele.

Falando sobre o que fazer a seguir, o homem disse: ‘Preciso de tempo para digerir a novidade.

‘Eu poderia pensar em me aposentar. Primeiro talvez uma nova casa ou um feriado.

‘Eu definitivamente vou compartilhar com minha família.’

Matt Hart, porta-voz dos organizadores da loteria The Lott, descreveu o sorteio como “notável”.

O que é notável no sorteio desta noite é que havia três entradas na primeira divisão, mas dois vencedores, ‘disse o porta-voz do The Lott, Matt Hart (foto).

“O que é notável no sorteio desta noite é que havia três entradas na primeira divisão, mas dois vencedores”, disse ele.

“A razão para isso, os dois bilhetes premiados forão realizados por um jogador registrado.”
Sobre o que o sortudo ganhador planeja fazer como multimilionário, o Sr. Hart disse que parecia que ele pretendia deixar o emprego.

‘Ele pode não ter essa motivação para trabalhar mais.

“Ele é certamente um homem trabalhador que trabalhou muito na sua vida para sustentar a família. Talvez seja hora de um merecido descanso. Certamente, uma nova casa, um feriado em família está nos planos dele.”

 

Pombo é vendido em leilão por mais de R$ 5 milhões

ARMANDO FOI VENDIDO POR R$ 5,3 MILHÕES (FOTO: PIPA/ REPRODUÇÃO)

De acordo com a revista Galileu, um pombo-correio foi vendido nesta semana por 1,25 milhões de euros — cerca de R$ 5,3 milhões. Chamado de Armando, o animal é campeão de corridas e foi descrito como “o melhor pombo belga de longa distância de todos os tempos”, segundo a casa de leilões Pigeon Paradise (Pipa).

Em homenagem a Lewis Hamilton, piloto inglês de Fórmula 1 que já foi 5 vezes campeão do mundo, Armando ficou conhecido como “Lewis Hamilton dos pombos”

Armando é reconhecido por vencer repetidas vezes. Ele ganhou as últimas três corridas nas quais ele competiu, disputadas no Campeonato de Pombos Ace 2018 e na Olimpíada de Pombos 2019.

O POMBO-CORREIO ARMANDO (FOTO: PIPA/ DIVULGAÇÃO)

O esporte disputado por Armando é chamado de columbofilia, que nada mais é que a prática da criação, seleção e cultivo de pombos-correio para competição. De acordo com o presidente da associação local de entusiastas de pombos, Fred Vancaillie, Armando é um dos melhores pombos da história do esporte.

Segundo a Pipa, antes de Armando ser colocado à venda, o recorde de venda era de 376 mil euros — cerca de R$ 1,6 milhão. Em entrevista à BBC, Nikolas Gyselbrecht, CEO da Pipa, conta que quando uma pessoa no leilão fez o lance de mais de 1 milhão de euros “foi surreal, algo de outro mundo”. Para se ter ideia, o preço padrão de um pombo de corrida é de 2,5 mil euros, segundo Gyselbrecht.

Apesar de suas inúmeras vitórias, Armando vai ser aposentar das competições aos cinco anos. De acordo com Gyselbrecht, é provável que os novos donos usem o animal para reproduzir futuros pombos campeões.

fonte: Revista Galileu/BBC

Primeiro bebê nascido do útero transplantado de uma pessoa morta

O receptor no caso mais recente envolvendo um doador morto era uma mulher de 32 anos nascida sem um ventre

Uma mãe deu à luz uma menina saudável depois que os cirurgiões implantaram um útero em seu corpo tirado de uma pessoa morta. O nascimento, no Brasil, é o primeiro relatado envolvendo um transplante de útero de doador falecido. Dez tentativas anteriores, nos EUA, na República Tcheca e na Turquia, de conseguir um nascimento bem sucedido usando um útero tirado de um indivíduo morto, tudo terminou em fracasso.

O primeiro nascimento após um transplante de útero de um doador vivo ocorreu na Suécia em setembro de 2013. Desde então, houve 39 procedimentos desse tipo resultando em 11 nascidos vivos.

Uma menina saudável nasceu no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, em São Paulo, Brasil (Foto: AP)

O receptor no caso mais recente envolvendo um doador morto foi uma mulher de 32 anos nascida sem útero devido a uma doença genética rara. Em setembro de 2016, ela teve uma chance inesperada de ser mãe depois de passar pelo transplante de útero no Hospital das Clínicas, em São Paulo. O útero foi retirado de um doador de 45 anos que morreu de hemorragia cerebral. Cirurgiões passaram 10,5 horas  conectando veias, artérias, ligamentos e canais vaginais.

A notícia do procedimento foi divulgada na revista médica The Lancet. A Dra. Dani Ejzenberg, da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, que liderou a equipe, disse: “O uso de doadores falecidos poderia ampliar enormemente o acesso a esse tratamento, e nossos resultados fornecem uma prova de conceito para uma nova opção para as mulheres com infertilidade uterina.

A equipe médica segura a menina que é saudável e feliz – ela nasceu no ano passado, mas fotos e detalhes acabam de ser publicados (Foto: Reuters)

‘Os primeiros transplantes de útero de doadores vivos foram um marco médico, criando a possibilidade de parto para muitas mulheres inférteis com acesso a doadores adequados e às instalações médicas necessárias. “No entanto, a necessidade de um doador vivo é uma limitação importante, pois os doadores são raros, geralmente sendo membros da família dispostos ou qualificados ou amigos íntimos. “O número de pessoas dispostas e comprometidas a doar órgãos após a própria morte é muito maior do que o de doadores vivos, oferecendo uma população de doadores em potencial muito maior.”

Após a cirurgia, a paciente permaneceu em tratamento intensivo por dois dias antes de passar mais seis dias em uma enfermaria de transplante especializada. Ela recebeu cinco drogas de imunossupressão para evitar que seu corpo rejeitasse o novo órgão, assim como outros tratamentos para combater a infecção e a coagulação do sangue.

Cinco meses após o transplante, o útero implantado parecia ter sido incorporado com sucesso em seu corpo. A ultra-sonografia não mostrou anormalidades e ela estava menstruando regularmente. Dois meses depois, oito óvulos fertilizados foram implantados no útero. Os primeiros embriões produzidos pelo tratamento de fertilização in vitro foram congelados e armazenados quatro meses antes do transplante. A gravidez foi confirmada dez dias após a implantação, disse a equipe médica. Nenhuma complicação foi relatada além de uma infecção renal em 32 semanas que foi tratada com antibióticos.

A menina passa bem depois de seu nascimento não convencional

Uma menina nasceu por cesariana após uma gravidez com duração de 35 semanas e três dias. Durante o parto, o útero transplantado foi removido e não apresentou anormalidades. Após o nascimento, tanto o paciente quanto o bebê pareciam saudáveis ​​e bem.

Na idade de sete meses e 20 dias, quando o relato do caso foi escrito, o bebê estava amamentando e pesava 15 quilos. Os autores apontaram que, apesar de seu sucesso, o procedimento envolveu grandes cirurgias, altas doses de imunossupressores e níveis moderados de perda sangüínea. Futuros receptores submetidos a transplantes semelhantes teriam que estar em forma e saudáveis ​​para evitar complicações, disseram eles.

Estima-se que uma em cada 500 mulheres não tenha ventres ou úteros anormais devido a histerectomias, doença hereditária, malformação ou infecção. Antes do transplante de útero se tornar uma possibilidade viável, suas únicas opções para ter um filho eram adoção ou barriga de aluguel.

Adão e Eva existiram! Os cientistas descobrem que todos os seres humanos são descendentes de um casal.

Os cientistas podem ter provado o mito de que Adão e Eva foram os primeiros homens e mulheres na Terra (Imagem: UGC)

Os cientistas descobriram que os humanos modernos vieram de um único casal, então pode haver alguma verdade em Adão e Eva, afinal de contas.

O mito de que Adão e Eva foram os primeiros homens e mulheres na Terra pode ter sido verdadeiro – como todos os seres humanos são descendentes de um único casal, dizem os cientistas.

Os cientistas disseram que nós saímos de um casal – que viveram de 100.000 a 200.000 anos atrás – depois que um evento catastrófico quase aniquilou toda a raça humana.

As descobertas foram feitas por cientistas que pesquisaram os “códigos de barras” genéticos de cinco milhões de animais – incluindo humanos – de 100 mil espécies diferentes.

Cientistas pesquisaram os ‘códigos de barras’ genéticos de cinco milhões de animais – incluindo humanos (Imagem: Getty Images / Comstock Images)

E não são apenas os seres humanos que vêm de um único par de seres – esses códigos de barras, ou trechos de DNA que residem fora do núcleo das células vivas, sugerem que nove em cada 10 espécies de animais também o fazem.

Segundo a Bíblia, Adão e Eva foram escolhidos para serem os primeiros a viver na Terra e foram os primeiros pais.

A pesquisa foi liderada pelo pesquisador sênior Mark Stoeckle e pelo pesquisador associado David Thaler, da Universidade de Basel, na Suíça.

Eles concluíram que 90% de todas as espécies de animais vivos hoje vêm de pais que todos começaram a dar à luz aproximadamente na mesma época, menos de 250 mil anos atrás – colocando em dúvida os padrões da evolução humana.

“Essa conclusão é muito surpreendente”, Thaler admitiu, “e eu lutei contra ela o mais forte que pude.”

Stoeckle disse: “No momento em que os humanos colocam tanta ênfase nas diferenças individuais e de grupo, talvez devêssemos passar mais tempo nos modos como nos parecemos um com o outro e com o resto do reino animal”.

O novo relatório de especialistas da Universidade Rockefeller, juntamente com a Universidade de Basel publicou as descobertas extraordinárias em Human Evolution.

Eles extraíram insights de ‘big data’ dos bancos de dados genéticos de rápido crescimento do mundo e revisaram uma grande literatura em teoria evolutiva, incluindo Darwin.

As conclusões lançam um mistério considerável sobre por que a necessidade de a vida humana começar de novo era necessária há tão pouco tempo atrás.

A última extinção conhecida que conhecemos foi durante o tempo dos dinossauros, 65 milhões de anos atrás – abrindo a possibilidade de um processo evolutivo humano inerente, no qual nós quebramos e morremos, deixando a necessidade de começar do zero.

Os humanos também são surpreendentemente semelhantes não apenas a todos os outros humanos, mas a todas as outras espécies.

“Se um marciano pousasse na Terra e encontrasse um bando de pombos e uma multidão de humanos, um não pareceria mais diverso do que o outro de acordo com a medida básica do DNA mitocondrial”, disse Jesse Ausubel, diretor do Programa para o Meio Ambiente Humano. na Universidade Rockefeller.

Adão e Eva foram escolhidos para serem as primeiras pessoas a viver na Terra e foram os primeiros pais, a Bíblia diz (Imagem: Desconhecido)

“Cultura, experiência de vida e outras coisas podem tornar as pessoas muito diferentes, mas em termos de biologia básica, somos como os pássaros”, acrescentou Stoeckle.

O “DNA mitocondrial” examinado na pesquisa é o que as mães transmitem de geração em geração e mostra a “ausência do excepcionalismo humano”.

“Pode-se pensar que, devido ao seu elevado número populacional e ampla distribuição geográfica, os seres humanos podem ter levado a uma maior diversidade genética do que outras espécies animais”, acrescentou Stoeckle.
“Pelo menos para o DNA mitocondrial, os humanos se mostram baixos e médios em diversidade genética”.

O estudo foi mal compreendido por algumas partes religiosas que pensaram que significava que todos nós nascemos em algum evento seminal do tipo Big Bang há 100 mil anos, mas isso não é o que as descobertas realmente sugerem.

O que as descobertas de Stoeckle e Thaler apontam é que nossa espécie precisa se renovar muito mais do que pensávamos, e o fazemos em uníssono com todos os animais.

75 milhões de empregos em todo o mundo simplesmente vão desaparecer

Robôs e inteligência artificial vão assumir METADE de todas as tarefas no local de trabalho até 2025, alerta o Fórum Econômico Mundial

Mais de metade de todas as tarefas no local de trabalho serão realizadas por máquinas até 2025.

Esses dados são do  Fórum Econômico Mundial, que prevê que a IA e os robôs vão acabar com 75 milhões de empregos em todo o mundo até 2022.

Os seres humanos terão que renovar suas habilidades para acompanhar a “mudança sísmica” na maneira como trabalhamos com as máquinas.

A organização sem fins lucrativos suíça também afirma que até 133 milhões de novos empregos serão criados por máquinas durante esse período.

Os seres humanos terão que renovar suas habilidades para acompanhar a “mudança sísmica” na maneira como trabalhamos com as máquinas.

Ele disse: “Apesar de causar uma ruptura generalizada, o advento da máquina, dos robôs e do algoritmo pode realmente ter um impacto positivo no emprego humano”.

O relatório “O futuro dos empregos 2018”, o segundo do gênero, é baseado em uma pesquisa com executivos representando 15 milhões de funcionários em 20 economias.

A pesquisa prevê que robôs vão rapidamente substituir os humanos nos setores de contabilidade, gerenciamento de clientes, industrial, postal e de secretariado.

Até 54% da força de trabalho global exigirá reciclagem para assumir novos papéis à medida que as máquinas aumentam

Os trabalhos que exigem “habilidades humanas”, como vendas, marketing e atendimento ao cliente, devem acompanhar o aumento da demanda, juntamente com o comércio eletrônico e as mídias sociais.

Um grande desafio será recrutar trabalhadores, que serão pressionados a atualizar suas habilidades, especialmente nas áreas de ‘criatividade, pensamento crítico e persuasão’, segundo o estudo.

Entre agora e 2022, os empresários acreditam que os setores de aviação, viagens e turismo, em particular, terão que treinar novamente os trabalhadores.

Até 54% da força de trabalho global exigirá reciclagem para assumir novos papéis à medida que as máquinas aumentam, disseram eles.

Metade das empresas espera reduzir sua equipe permanente até 2022 – um salto acima dos 38% das empresas que esperam aumentar sua força de trabalho.

Menos de um terço das empresas espera que a introdução de robôs e inteligência artificial aumente sua força de trabalho.

Eles disseram que uma tendência geral para a aprendizagem e adaptação ao longo da vida emergirá nas próximas décadas.

O WEF disse que os desafios para os empregadores incluem a reciclagem de trabalhadores, permitindo o emprego remoto e construindo redes de segurança para os funcionários.

Homem que recebeu um "pênis biônico" depois de ter nascido sem o órgão FINALMENTE fez sexo com 45 anos

Fedra e Andrew tiveram que esperar seis semanas para poderem fazer sexo pela primeira vez.

Um homem que nasceu sem pênis perdeu sua virgindade com 45 anos graças a um pênis biônico feito a partir de sua própria pele.

Andrew Wardle, de Manchester, passou por uma operação de implante peniano de 50 mil libras no University College Hospital, em Londres, em junho, mas teve que esperar seis semanas antes de fazer sexo pela primeira vez.

Depois de ativar um botão em sua virilha para dar vida a seu órgão sexual, ele finalmente perdeu a virgindade com sua namorada, Fedra Fabian.

Andrew no hospital, foi submetido a uma operação de implante peniano de £ 50.000 no Hospital Universitário de Londres, na sexta-feira, e recebeu a permissão para perder a virgindade com a idade de 44 anos.

“Dois dias antes de irmos embora, aconteceu”, disse ele ao jornal inglês The Sun. “Foi bom e natural – e é assim que eu queria que fosse.” Eles estavam de férias em Amsterdã programada especialmente para a ocasião.

Ele disse que o sexo durou cerca de meia hora e se sentiu “fantástico”. Falando sobre sua nova masculinidade, ele acrescentou: “Estou muito satisfeito com isso”.

Fedra, de 28 anos, da Hungria, disse que o sexo foi “surpreendente” e que o pênis de Andrew parece normal, apesar de estar cheio de líquido salino para torná-lo ereto.

Ela acrescentou: ‘É fantástico – não precisa se preocupar com viagra ou envelhecer. Ele pode fazer isso quando está bêbado também!”

Ele foi equipado com uma bomba que lhe permitirá ter ereção ao apertar de um botão (foto)

O pênis biônico é totalmente montado nos testículos de Andrew, o que significa que é possível que o casal tenha filhos.

Andrew, que nasceu com uma doença chamada extrofia de bexiga, disse que fará um teste de fertilidade para ver se eles podem engravidar e eles adotarão se ele não puder.

Após a operação em junho, Andrew disse: ‘Estou muito empolgado por poder seguir em frente agora. Mas acho que fazer sexo pela primeira vez foi algo sensacional”.

‘Eu passei 44 anos sem pênis e eu lidei com esse trauma por todo esse tempo. Vou demorar um pouco para entrar no ritmo dessa nova vida.

Quando criança, ele passou por um procedimento cirúrgico para criar uma abertura artificial conhecida como estoma em seu sistema urinário. Ele enfrentou inúmeras operações para construir um tubo de sua bexiga para que ele pudesse urinar normalmente.

Esse defeito raro de nascença levou Andrew a tentar o suicídio, mas em 2012 ele recebeu esperança depois de ser encaminhado a Dan Wood, um urologista consultor da UCLH em Londres.

 

Casal ganhou dois milhões em pontos de companhias aéreas ao assinar dezenas de cartões de crédito e viaja pelo mundo "de graça".

O casal se inscreveu em dezenas de cartões de crédito para ganhar pontos de bônus de inscrição para usar em vôos (foto: Instagram)

Chad e Hannah Janis, 25, que se conheceram quando estudavam em Utah, mudaram-se para Nova York em 2017 e começaram a trabalhar em Wall Street.

Juntos, o casal ganhou US $ 225.000 em seus 12 meses no setor financeiro, mas dizem que seus trabalhos sempre foram planejados com objetivos claros.

Depois de passar um ano se inscrevendo para – e usando – 26 cartões de crédito diferentes, eles poderão voar para 40 países, na classe executiva, usando seus pontos de vôo acumulados.

O casal começou sua viagem de volta ao mundo, que os levará a 40 países diferentes usando seus pontos de vôo salvos. (Foto: Instagram)

“Nossas passagens já estão reservadas com pontos, e nós estamos indo viajar a mais de 40 países na classe executiva gratuitamente.”

O casal disse ao news.com.au que a chave para o sucesso deles era entender como conseguir o bônus de inscrição de um cartão de crédito gastando dinheiro suficiente para atingir o “requisito de gasto mínimo”.

O casal estima que economizou US $ 84.000 em despesas de viagem. (Foto: Instagram)

“Nós já reservamos os próximos oito meses de vôos gratuitos, a maioria dos quais através da oferta de classe executiva ao redor do mundo da Singapore Airlines (240.000 pontos por pessoa) ”, disse Janis ao site.

A partir daí, usamos os pontos que ganhamos com outras companhias aéreas através dos bônus de inscrição de nossos cartões para reservar passagens aéreas mais curtas, como nosso vôo de Auckland, Nova Zelândia para Vava’u, Tonga e muitos outros. Também temos centenas de milhares de pontos com programas de hotelaria.”

O casal lançou seu próprio site, Wall Street Minimalists, onde eles descrevem como ganharam seus dois milhões de pontos em 12 meses usando seus primeiros 26 cartões de crédito.

Alguns dos cartões que eles abriram foram ligados a grupos de hotéis, como um cartão de crédito do Chase Marriot Rewards, que os fez “economizar” US $ 6.000, obtendo uma estadia de uma semana em um resort Marriott em Fiji.