Ariana Grande, relacionamentos tóxicos, redes sociais e setembro amarelo.

Like and share

Ariana Grande

Uma das divas do pop mais queridas e comentadas na atualidade, em especial entre os mais jovens, Ariana Grande tem tido alguns momentos difíceis em sua vida, desde o atentado terrorista que ocorreu na saída da arena do seu show em Manchester, no dia 22 de maio de 2017, passando pelo assédio em pleno funeral de Aretha Franklin, até a morte de seu Ex-namorado nesta sexta-feira (7), o rapper Mac Miller.

Rapper Mac Miller, ex-namorado de Ariana Grande, morto por overdose nesta sexta-feira (7)

O assédio foi repulsivo e repugnante, apesar das desculpas do Pastor Charles H. Ellis III, amigo da família de Aretha (sendo inclusive o mestre de cerimônia do funeral da Diva do Soul) a repercussão negativa foi enorme. Os fãs da cantora foram em peso no Instagram do Pastor mostrar seu total descontentamento com o ato. Charles apalpou o seio da cantora enquanto a abraçava, isso em frente de todos os convidados presentes. Revoltados, alguns fãs, de fato, elevaram a agressividade nos comentários a níveis bem altos.

Os fãs da cantora foram em peso no Instagram do Pastor mostrar seu total descontentamento com o ato.

Se por um lado o Instagram serviu para os fãs defenderem Ariana de forma passional, por outro, também serviu hoje para uma enxurrada de comentários negativos sobre a morte do ex-namorado da cantora. Muitos estão acusando Ariana de ser culpada pela aparente overdose do rapper. Vale sempre lembrar que em hipótese alguma, uma mulher tem a obrigação de permanecer em um relacionamento no qual ela não esteja feliz ou que não se sinta bem. Ariana inclusive teve que escrever uma carta aberta explicando que não poderia permanecer em um relacionamento que ela considerava tóxico, pois os fãs do rapper, na ocasião, acusaram ela de ser o estopim para um acidente de carro que Mac Miller teve enquanto dirigia alcoolizado depois que os dois terminaram o namoro.

Muitos estão acusando Ariana de ser culpada pela aparente overdose do rapper.

O rapper foi encontrado morto nessa sexta-feira (7), há suspeitas de overdose porque o músico tinha um histórico de abuso de substancias ilícitas. Infelizmente, por pessoas que não tem o bom senso de entender que Ariana nada tem a ver com essa possível overdose, a cantora teve que desativar os comentários do seu perfil no Instagram, de tão agressivos e cheios de ódio estavam os comentários. A maioria desses comentários, claro, vindo de fás de Mac Miller acusando Ariana de ser a responsável pela morte do cantor.

De fato, pessoas que sofrem com o vício nas drogas ou com algum problema psicológico, seja depressão ou qualquer outro, precisam de apoio e ajuda. O que não significa que alguém é obrigado a se manter em um relacionamento apenas por medo do que a outra pessoa possa fazer. Isso é um sinal clássico de relacionamento tóxico, como a própria Ariana confirmou.

O que pessoas na situação de Mac Miller precisam é de ajuda profissional, em tempos de setembro amarelo é bom que lembremos disso. Claro, o amor da família, amigos e namorado (a) é sempre bem-vindo.


Fernanda Florentino Lima, Jornalista e Correspondente Internacional UK No Ar
Facebook Fernanda Florentino Lima


Like and share